Atividade física e a ejaculação precoce

Um breve estudo

Um novo estudo internacional mostrou que os homens com ejaculação precoce podem se beneficiar da atividade física. Porque ele descobriu que os homens que não são muito ativos fisicamente, sofrem mais frequentemente de sintomas de ejaculação precoce ou otros problemas sexuais. No estudo, no entanto, não encontraram nenhuma relação entre o consumo de álcool e o aumento de casos de ejaculação precoce.

E para pessoas que enfrentam também  problemas com o tamanho a tratamento indicado é o uso do Xtragel.

Várias experimentos foram feitos. Em parte, isto está relacionado com o movimento e fortalecimento da região pélvica, muitas vezes trabalhadas na maioria de atividades físicas.

Nesse estudo também foi discutido se a atividade física eleva a imagem corporal, a auto-confiança, e a saúde física e mais positiva a percepção, que por sua vez afeta a sexualidade. Além disso, não devemos esquecer que um chamado de secundário ejaculação precoce freqüência com início ou já existentes, distúrbios de ereção. Homens que são fisicamente ativos têm um risco aumentado para ter uma disfunção erétil. E com Base nesta doença, o secundário ejaculação precoce pode surgir.

A terapia de droga para ejaculação precoce

A mais antiga Forma de terapêutica farmacológica são pomadas anestésicas, para reduzir drasticamente a sensibilidade do pênis. Através do uso de cremes especiais a sensibilidade sobre a glande do pênis é reduzido. Assim, alguns homens relatam que eles podem manter o ato sexual por mais tempo antes de ejacular. Mas é sempre bom lembrar que é importante testar os produtos para observar se vai ocorrer alguma reação alérgica ou algo do tipo.

Uma outra possibilidade consiste em tomar os chamados inibidores Seletivos de Serotonina (SSRIs) e antidepressivos tricíclicos, que foram originalmente desenvolvidos para a mudança no estado mental da mente. Nos estudos foi demonstrado que estes antidepressivos pode atrasar o tempo de ejaculação. Este efeito secundário pode também ser usado para o tratamento de maturidade de ejaculação precoce. Aqui também é importante ver se os medicamento não terão nenhuma consequência muito grave que acabaria atrapalhando ainda mais a vida do paciente.

Ejaculação precoce na mulher?

Na verdade as mulheres também sofrem desse mal, só que em uma proporção menor. Diferente da ejaculação precoce nos homens a ejaculação precoce na mulher não existem muito estudos feitos, existem alguns sendo feitos sim mas em uma proporção bem menor que nos casos dos homens.

Mas nesses estudos feitos, os cientistas descobriram que cerca de 39% das mulheres já tiveram um orgasmo prematuro. 14% das participantes do estudo afirmaram que isso acontece regularmente e pelo menos de 3% têm sempre um clímax prematuro. Um Paralelo: as mulheres também não se sentem confortáveis para partilhar isso com seu parceiro masculino, porque acham também que seria uma fraqueza demonstrada pela sua feminilidade. Nos homens a ejaculação precoce acontece antes da realção sexual ou logo depois de começar impossibilitando assim o ato sexual ir até o final. O gênero feminino é diferente, claro.Porque as mulheres são capazes de continuar a relação sexual após o orgasmo, mesmo muitas achando que isso é desconfortável. Como com qualquer problema sexual, as mulheres afetadas deve contactar um médico de confiança, se necessário, a tomar medidas terapêuticas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *